Saltar os Menus

Dia Nacional da Memória das Vítimas da Inquisição | 31 de março

 

A Resolução da Assembleia da República n.º 20/2020

Consagra o dia 31 de março como 

Dia Nacional da Memória das Vítimas da Inquisição

Livro dos Evangelhos que serve na Mesa do Conselho Geral do Santo Ofício da Inquisição ordenado por mandado do ilustríssimo senhor bispo Dom Pedro de Castilho, inquisidor geral nestes reinos e senhorios de Portugal. 1608. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral do Santo Ofício, liv. 187.
No Tribunal do Santo Ofício, as pessoas chamadas a depor juravam sobre os Evangelhos dizer a verdade. Isto era uma prática válida para o universo dos visitadores, ministros da justiça régia, vereadores, juízes, para os que se apresentavam voluntariamente a pedir perdão, enfim, a quem prestava depoimento. O Regimento do Tribunal datado de 1640, que vigoraria até 1774, estabelece a forma de juramento a que são obrigados os alcaides-mores, ministros régios e oficiais da câmara perante os visitadores: “Eu, N. (dizendo a pessoa seu nome e o título que tiver) como verdadeiro cristão e obediente aos mandados da Santa Madre Igreja Romana prometo e juro por estes santos evangelhos e santa Vera Cruz que tenho ante meus olhos e toco com minhas mãos que sempre terei ….”.

Breve história do Tribunal do Santo Ofício, vulgarmente chamado Inquisição

D. João III negociou durante vários anos a instituição do Tribunal do Santo Ofício em Portugal. Desde o ano de 1532 que se travou em Roma uma luta cara, a que não foram alheias as intrigas e subornos, conseguindo-se que o Papa Paulo III instituísse em Portugal o Tribunal do Santo Ofício pela Bula “Cum ad nihil magis”, de 23 de Maio de 1536. Dirigida aos bispos de Ceuta, de Coimbra e de Lamego, nomeava-os seus comissários e inquisidores em Portugal para procederem contra os cristãos novos e contra todos os culpados em crime de heresia.
  Bula “Cum ad nihil magis” do Papa Paulo III dirigida aos bispos de Coimbra, Lamego e Ceuta pela qual foram constituídos seus comissários e inquisidores no reino de Portugal. 1536-05-23. Portugal, Torre do Tombo, Bulas, mç. 9, n.º 15
Em 1539 D. Diogo da Silva renunciou ao cargo de inquisidor-mor e D. João III nomeou seu irmão, o infante D. Henrique, arcebispo de Braga e futuro cardeal. A sua criação e os seus membros estavam ligados à Igreja, mas todo o funcionamento era superiormente controlado pelo rei, desde a nomeação dos inquisidores-gerais, que despachavam directamente com o monarca, até à execução das penas de morte, para o que os condenados eram entregues ao braço secular.
O Tribunal do Santo Ofício estendeu a sua acção a todo o país e a quase todos os territórios submetidos à Coroa portuguesa no longo período da sua existência (1536-1821). Para efeitos do exercício do poder inquisitorial, as diferentes regiões do Reino estavam adstritas aos tribunais de Lisboa, de Coimbra e de Évora (os de Tomar, Porto e Lamego tiveram vida efémera). As ilhas do Atlântico, o Brasil e os territórios portugueses da costa ocidental de África, dependiam do tribunal de Lisboa e os da costa oriental africana dependiam do tribunal de Goa, criado em 1560.
Nos primeiros tempos o Tribunal português regeu-se pelas normas da Inquisição espanhola. Datam de 1541 as primeiras instruções portuguesas para o seu funcionamento, por ocasião do estabelecimento do tribunal em Coimbra, e o primeiro regimento só foi dado em 1552. A Inquisição teve segundo regimento em 1613, um terceiro em 1640 e o último data de 1774.
  Regimento do Conselho Geral do Santo Ofício da Inquisição destes Reinos e Senhorios de Portugal. 1570-1607. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, liv. 480
Está assinado por D. Henrique, Infante de Portugal. Contém cópia do Regimento da Inquisição de 1552, traslados de alvarás de D. Sebastião e D. Henrique.
As leis pombalinas, a que declarou abolida a distinção entre cristãos novos e cristãos velhos e a que equiparou o Santo Ofício aos outros tribunais régios, retirando a censura da sua alçada, fizeram o Santo Ofício perder a sua anterior vitalidade. O regime liberal deu o golpe final à Inquisição portuguesa. O Tribunal do Santo Ofício foi extinto em 31 de Março de 1821 pelas Cortes Gerais Extraordinárias, por incompatível com os princípios da Constituição.

As pessoas. As acusações. As vítimas. 

  As acusações mais comuns eram, na sua maioria, de cunho moral e religioso sendo elas: judaísmo, delinquência contra a moral católica, bigamia, sodomia, feitiçaria, bruxaria, heresia e blasfémia. Quantas acusações, nomes, assinaturas terão sido escritas pelas penas e aparos mergulhados na tinta de tinteiros como este?
Tinteiro de prata do Conselho Geral do Santo Ofício, tendo gravado o símbolo do Santo Ofício da Inquisição. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, n.º 524
Foram muitas as pessoas que sofreram e morreram às mãos da Inquisição. Culpados ou não dos crimes de que eram acusados, os seus nomes não podem ser esquecidos
Aqui estão alguns:
Inquisição de Lisboa
Autos da fé. 1563-1778.

  • Listas ou “Notícias” das Inquisições de Coimbra e de Évora. 1637-1670. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 9
  • Livro 2.º dos autos da fé. 1629-1704. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 8
  • Listas ou “Notícias”. 1563-1750. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 7
  • Lista das pessoas que ouviram as suas sentenças na sala do Santo Ofício desta cidade de Lisboa. 1723-10-21. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, mç. 5, n.º 60
  • Listas ou “Notícias” Livro 1.º. 1563-1632. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 6
  • Listas ou “Notícias” das Inquisições de Coimbra, de Évora e de Goa. 1689-1732. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 11

Culpados

  • Repertório geral das mulheres, 1.º tomo. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 28
  • Repertório geral das mulheres, 2.º tomo. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 29
  • Índice dos Repertórios. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 30
  • Índice do repertório geral dos homens culpados. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 32
  • Repertório das pessoas despachadas nas outras inquisições – 1º tomo. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 33
  • Repertório das pessoas despachadas nas outras inquisições – 2º tomo. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 34
  • Repertório de todo o Reino e de ausentes. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 35
  • Culpas do bispado da Guarda – denúncias e inquirições de testemunhas.1608-1625. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 36
  • Índice dos Repertórios dos Homens e das Mulheres. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 899
  • Relação das pessoas presas por culpas de judaísmo e sentenciadas.1605-1674. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, mç. 61, n.º 9

Culpeiros

  • Culpeiro organizado por Ambrósio Campelo e outros. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 166
  • Culpeiro organizado por Pedro de Castilho. 1644-1648. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 167
  • Culpeiro organizado por frei Vicente de São Tomás e por João Carneiro de Morais. 1648-1708. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 168
  • Culpeiro organizado por João de Azevedo e por João Moniz da Silva. 1664-1712. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 169
  • Culpeiro. 1664-1669. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 170
  • Culpeiro organizado por [Álvaro de] Ataíde. 1665-1696. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 171
  • Culpeiro. 1700-1704. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 172
  • Culpeiro organizado por Inácio de Cabedo. 1699-1727. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 173
Inquisição de Coimbra
Autos da fé. 1567-1701.

  • Livro 1.º de listas dos autos. 1567-1627. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 4
  • Livro 2.º de listas dos autos. 1627-1729. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 5

Culpas de judaísmo. 1586-1745.

  • Culpas de judaísmo – tiradas dos processos. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 61
  • Culpas de judaísmo contra algumas pessoas das quais muitas estão decretadas pela Mesa e Conselho Geral – tiradas dos processos. 1586-1635. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 62
  • Culpas de judaísmo. 1701-1707. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 63
  • Culpas de judaísmo – tiradas dos processos. 1703-1707. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 64
  • Segundo caderno das culpas que vem das inquisições de Lisboa e Évora contra as pessoas deste distrito. 1717-1726. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 65
  • Terceiro caderno das culpas que vêm de outras inquisições. 1725-1732. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 66
  • Culpas de judaísmo. 1725-1758. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 67
  • Culpas de judaísmo. 1732-1737. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 68
  • Registo de traslados de confissões feitos na Mesa do Santo Ofício de Coimbra e de culpas de judaísmo tiradas de processos. 1745-07-27-1746-09-19. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 69
  • Culpas vindas das inquisições espanholas contra judaizantes de Portugal, correspondência das referidas inquisições, listas dos acusados por culpas diversas. 1587-1635. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 70

Culpeiros. 1652-1753.

  • Culpeiro organizado por Silva. 1652-1658. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 272
  • Culpeiro. 1658-1661. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 273
  • Culpeiro. 1663-1667. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 274
  • Culpeiro organizado por André Bernardo Aires. 1675-1675. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 275
  • Culpeiro organizado por Félix Ribeiro do Lago. 1682-1682. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 276
  • Culpeiro organizado por Félix Ribeiro do Lago. 1683-1683. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 277
  • Culpeiro organizado por José de Almeida do Amaral. 1700-1708. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 272
  • Culpeiro organizado por Bento Pais do Amaral. 1726-1747. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 279
  • Culpeiro organizado por Baltasar de Faria Vilasboas e Pedro Carneiro de Figueiroa. 1730-1768. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 280
  • Culpeiro organizado pelos promotores Garrido, Pais e Pita. 1746-1753. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 281
  • Culpeiro organizado por António Ferreira de Miranda e Francisco Ramos, notários do Santo Ofício. 1725-1725. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 825
  • Culpeiro organizado por Leão Henriques, Francisco Ramos e António Ferreira de Miranda, notários do Santo Ofício. 1725-1726. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 826

Registo de entrada de presos. 1566-1820.

  • Livro de registo de entrada. 1725-1820. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 282
  • Livro de registo de fianças. 1566-1660. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Coimbra, liv. 283
Inquisição de Évora
Autos da Fé. 1633-1797.

  • Listas de Autos da Fé. 1660-1732. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Évora, liv. 2
  • Listas de Autos da Fé. 1690-1781. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Évora, liv. 3
  • Listas de Autos da Fé. 1705-1797. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Évora, liv. 4
  • Listas dos autos das Inquisições de Coimbra e Lisboa. 1633-1683. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Évora, liv. 5

Culpeiros. 1567-1759.

  • Culpeiro. 1567-1567. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Évora, liv. 158
  • Culpeiro. 1587-1593. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Évora, liv. 159
  • Culpeiro. 1591-1604. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Évora, liv. 160

 

Os que fugiram. Os que escaparam.

Alguns, com um pouco mais de sorte, conseguiram escapar a tão trágico destino, rumando a outros lugares do mundo onde puderam viver livremente a sua fé.
Nestas listas estão alguns dos seus nomes.
Gente de nação hebreia. 1577-1674. Referente à “gente de nação hebrea”, incluindo relações de pessoas da mesma nação que se ausentaram de Portugal, resultantes de uma ordem circular da Inquisição a 20 de Novembro de 1613. Inclui nomes, idades, ofícios, naturalidade, morada, quando e com quem se ausentaram, para onde foram, características físicas, estado civil, entre outras informações. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, mç. 7

  • Carta de António Arres ao Conselho Geral em resposta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia do Crato. 1613-10-12. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2579
  • Carta ao Conselho Geral em resposta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia de Lagos. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2580
  • Carta de António F[ernandes?], Arcipreste, ao Conselho Geral em resposta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia de Monsanto. 1614-01-12. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2581
  • Carta de Marcos Fernandez ao Conselho Geral em resposta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia da vila da Pederneira. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2583
  • Rol da gente da nação hebreia que se ausentou desta vila de Penamacor, bispado da Guarda, para o Reino de Castela. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2584
  • Rol da gente da nação hebreia de várias zonas de diversas localidades do país. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2585
  • Rol da gente da nação hebreia que se ausentou de Santarém. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2586
  • Rol da gente da nação hebreia que se ausentou de Leiria. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2587
  • Lembrança das pessoas da nação da vila de Montemor-o-Novo que se ausentaram deste Reino. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2588
  • Homens da nação hebreia que se ausentaram para fora do Reino desta vila de Estremoz. 1613-10-15. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2589
  • Pessoas da nação hebreia que se ausentaram para fora do Reino da vila de Celorico. 1613-10-29. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2590
  • Rol das pessoas de nação hebreia que se ausentou da Covilhã. 1613-01-04. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2591
  • Resposta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Coruche. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2592
  • Rol das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Castelo Branco. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2593
  • Resposta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Serpa. 1614-06-30. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2594
  • Resposta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Alcácer do Sal. 1613-10-23. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2598
  • Resposta do vigário António Mendes a pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Avis. 1613-10-31. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2599
  • Rol de cristãos-novos, provenientes de Évora, que se ausentaram deste Reino. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2601
  • Resposta do vigário António Ro[drigue]s aos Inquisidores da cidade de Évora dando informação sobre as pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Arraiolos e Pavia. 1613-10-20. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2602
  • Resposta do vigário Domingos Lopes aos Inquisidores da cidade de Évora dando informação sobre as pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Alter do Chão. 1613-10-23. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2603
  • Rol das pessoas da nação hebreia, provenientes de Alcobaça, que se ausentaram dessa vila. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2611
  • Rol das pessoas da nação hebreia, provenientes da Guarda, que se ausentaram dessa vila. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2614
  • Resposta aos Inquisidores da cidade de Évora pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Monforte e Veiros. 1613-12-06. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2615
  • Resposta do vigário Lourenço Carrasco aos Inquisidores da cidade de Évora a pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Campo Maior. 1613-12-12. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2616
  • Resposta do vigário Vasco de Matos Mexia a pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Olivença. 1613-10-24. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2617
  • Rol das pessoas da nação hebreia que se ausentaram de (Vila Nova de) Portimão. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2618
  • Resposta do vigário Belchior Rodrigues Pimenta a pedido de informação das pessoas de nação hebreia que se ausentaram de Tavira. 1613-10-22. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2620
  • Memorial das pessoas da nação hebreia que se ausentaram de alguns anos a esta parte do lugar do Fundão que me mandou fazer o Ilustríssimo bispo da Guarda. 1613-11-03. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2621
  • Certidão de Mateus Pereira, secretário do Conselho Geral do Santo Ofício, dando conta, em como por ordem dos inquisidores, fez as diligências para se saber quantas pessoas da nação dos cristãos-novos se ausentaram deste reino nos últimos quatro anos no distrito da Inquisição de Lisboa, incluindo o bispado da Guarda e a administração de Tomar, no distrito da Inquisição de Coimbra, incluindo o arcebispado de Braga, os bispados do Porto, Lamego, Viseu e Miranda. 1636-11-13. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis avulsos, mç. 7, n.º 2639
  • Rol dos cristãos-novos que se ausentaram do bispado de Lamego. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2641
  • Certidão de Martim Pinheiro, governador, incluindo rol das pessoas que se ausentaram do bispado da Guarda da nação de cristãos-novos para a Inquisição de Lisboa. 1585. Portugal, Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Papéis Avulsos, mç. 7, n.º 2644
Última Actualização: 2 de Abril de 2020
Arquivo Nacional Torre do Tombo