Saltar os Menus

500 anos da Torre de Belém

A construção da Torre de Belém foi iniciada em 1514 por ordem de D. Manuel I, seguindo um plano de defesa do estuário do Tejo concebido por D. João II. Serviu de baluarte de defesa da entrada do rio Tejo, continuando as masmorras a valer como prisão aos condenados de elevada categoria social e durante as invasões francesas foi adaptada a aquartelamento de militares.

Entre os seus construtores é referido Francisco de Arruda como mestre do Baluarte de Belém. Outros nomes podem designá-la, tais como, Torre de São Vicente.

Garcia de Resende na sua Crónica do rei D. Manuel escreve no capítulo dedicado “Às igrejas, mosteiros, hospitais, castelos, fortalezas e outras obras que el Rei D. Manuel fez de novo, e mandou reparar, e dos lugares que ganhou aos mouros em África e em Ásia”, “…fez de novo a torre, e fortaleza de São Vicente da par do Mosteiro de Belém todo de pedra canto, em que mandou por muita artilharia e gente de guarnição com que se o porto vigia e guarda”.

Hoje é um dos monumentos mais visitados em Portugal e Património Mundial da UNESCO.

Veja estes documentos:

PT-TT-CCDV-29_m0194

 

 

PT-TT-CC-3-6_m0104

PT-TT-CCDV-28_m0047

PT-TT-FSCR-014_m0001

PT-TT-EPJS-SF-001-001-0195-0203b

PT-TT-EPJS-SF-001-001-0011-1393C

Descubra mais na Torre do Tombo…

… e na Biblioteca da Torre do Tombo

 

Última Actualização: 21 de Julho de 2015